Nuno de Almeida e Silva

Conversas & Carreiras

Miguel Pina Martins

CEO da Science4You

 

Pode falar-nos sobre o seu percurso profissional? 

Eu tinha 22 anos quando, em 2007, no âmbito do meu projecto final do curso em Finanças, do ISCTE tive de fazer um plano de negócios para o tema “Kits de Física”. Envolvia uma parceria entre o ISCTE e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Após terminar a licenciatura ainda trabalhei durante alguns meses na banca de investimento, mas rapidamente percebi que esse não era o caminho que queria seguir. Tinha o sonho de criar algo de raiz, e dar seguimento ao projecto desenvolvido durante a licenciatura era algo desafiante. A Science4you foi fundada uns meses depois, em Janeiro de 2008. Dez anos depois, somos uma empresa de brinquedos de referência em Portugal, e que exporta para dezenas de países em todo o mundo.

 

Como vê, na actualidade, a indústria em que a sua actividade se insere, face ao que era, por exemplo, há uma década? 

O Mercado dos Brinquedos Educativos continua a crescer, o nosso foco é permitir às crianças possam aprender enquanto brincam. Neste aspecto sentimos que os pais estão mais sensibilizados hoje para isso que há 10 anos atrás. Os nossos brinquedos têm como objectivo ser pedagogicamente activos na experimentação. A ciência e a educação experimental partilham muitos dos valores e competências do empreendedorismo e isto há uma década não acontecia, queremos continuar a fomentar este envolvimento.

 

Como definiria a sua missão, enquanto líder?

Liderar a science4you que tem mais de 200 colaboradores e estar sempre presente exige determinadas características que são fundamentais para o bom funcionamento da organização, coordenação entre as equipas e entrosamento com parceiros, fornecedores e clientes. A expressão “tempo é dinheiro” aplica-se aqui particularmente, e liderar com método é fundamental para que o tempo seja bem gasto e o planeamento eficiente. A forma de liderança e interacção com as pessoas, quer sejam colaboradores, clientes, parceiros, etc, foi mudando consoante a experiência que fui adquirindo ao longo destes onze anos de Science4you. No entanto, existe uma máxima que tenho sempre tentado seguir, a da liderança pelo exemplo, acredito que é a forma mais correta e motivadora de liderar e gerir uma equipa que se encontra constantemente em franco crescimento.

 

Qual o conselho que dá aos novos colaboradores da sua empresa, no seu primeiro dia?

Que sejam esse essencialmente empenhados, para que consigam atingir os objectivos a que se propõe. Tenham muita energia para conseguir atingir as tarefas que querem desenvolver. Querer fazer, sem dúvida, mais do que o esperado, cumprir os objectivos definidos não chega, têm de querer mais. Ter uma atitude positiva e negar sempre o pessimismo.

 

Com base na sua experiência, os gestores profissionais portugueses, estão, hoje em dia, melhores preparados para os novos desafios, para os novos contextos, ou nem por isso?

Sim, creio que estão. A Transformação Digital está a mudar e a oferta existe prepara e melhora a performance dos futuros gestores profissionais. Hoje em dia a tecnologia como propósito aumenta e garante executar o trabalho de forma mais eficiente.

Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formSubmit